Os Benefícios do Ômega-3 que Você não Conhece

0
25

Você sabe o que é ômega 3? Quais os Benefícios do Ômega-3? O Ômega-3 é um grupo de ácidos graxos poli-insaturados que são de grande importância para inúmeras funções no organismo. Ômega 3 pode ser encontrado em peixes oleosos e alguns frutos do mar e outros em fontes de ômega vegetais. Para facilitar ainda mais, o Suplemento Ômega 3 vem mostrando um grande potencial em pesquisas científicas e claro, com segurança.

O ômega 3 é um tipo de gordura poli-insaturada, muito benéfica ao organismo. É essencial, ou seja, o corpo não consegue produzi-la, devendo ser obtida por meio da alimentação ou de suplementos especializados para obter os benefícios do ômega 3.

Os Benefícios do Ômega-3 que Você não Conhece

As gorduras são importantes fontes de energia, conferem sabor aos alimentos e são primordiais para a absorção, no intestino, das vitaminas lipossolúveis (vitamina A, vitamina D, vitamina E e vitamina K), e não devem ser excluídas da dieta.

Tipos de Ômega 3

Existem três tipos de ácidos graxos do tipo ômega 3:

  • Ácido alfa- linolênico (ALA): encontrado principalmente em óleos vegetais, nozes e nas sementes de linhaça, é o tipo de ácido graxo mais comum na alimentação brasileira;
  • Ácido eicosapentaenoico (EPA): obtido a partir do consumo de peixes (como o salmão) e leite;
  • Ácido docosa-hexaenoico (DHA): assim como o EPA, é também encontrado no óleo dos peixes, sendo conhecido como “ômega 3 marinho”.

A maior parte dos benefícios do ômega 3 está associada ao EPA e ao DHA, e não ao ácido alfa-linolênico, que é de origem vegetal. Como o corpo é capaz de converter o ALA em EPA e DHA apenas em pequena proporção, o ideal é priorizar o consumo de ômega 3 de origem animal.

Benefícios do Ômega-3 Para a Saúde

Alivia os Sintomas da Artrite Reumatoide

O consumo do ômega 3 contribui para o alívio dos sintomas desta doença porque ele possui ação anti-inflamatória. Este ácido graxo funciona como um bloqueador de enzimas que produzem o processo inflamatório.

É importante ressaltar que o lipídeo irá ajudar no tratamento do problema associado a outros medicamentos. Por sua ação anti-inflamatória, o ômega 3 é interessante também para outras doenças autoimunes de cunho inflamatório.

Evita a Depressão

Nas duas últimas décadas, uma série de pesquisadores tem se debruçado sobre um tema bastante importante para a população mundial: como prevenir e tratar a depressão naturalmente.

Embora muitos estudos ainda necessitem de uma investigação mais aprofundada, um padrão parece se repetir ao redor do globo: povos que consomem mais peixe apresentam taxas menores de depressão.

A relação entre o consumo de peixes de água fria e a saúde cerebral pode ser explicada pela atuação do EPA e do DHA. Ambos ácidos graxos ajudam a manter estáveis os níveis do neurotransmissor dopamina no cérebro, estimulam o crescimento neuronal no córtex frontal e ainda melhoram o fluxo sanguíneo na região.

Mais um dos benefícios do ômega 3 para quem tem depressão é que ele potencializa os efeitos dos antidepressivos e pode até mesmo melhorar alguns dos sintomas do transtorno bipolar.

Previne o Câncer

Os ácidos graxos poli-insaturados podem atuar na prevenção de alguns tipos de câncer, como o de mama, próstata e o de intestino (cólon).

Pesquisas indicam que o óleo pode até mesmo inibir a metástase do tumor para outros tecidos do corpo, como ocorre no caso do câncer de mama. O ômega 3 ajuda a reduzir a atividade dos estrógenos que favorecem o surgimento do tumor mamário e sua proliferação para outros órgãos através da circulação.

Bom Para a Visão

Este ácido graxo é essencial para a visão porque participa do recobrimento da retina. Esta parte dos olhos tem o papel principal de transformar o estímulo luminoso em estímulo elétrico para o cérebro ser capaz de realizar o processo de enxergar.

A degeneração da mácula, parte da retina responsável pela percepção de detalhes, é prevenida graça ao consumo de ômega 3. Estudos publicados na revista especializada Ophtalmology, da Universidade Tufts de Boston nos Estados Unidos, mostraram que o índice de degeneração macular é mais baixo entre pessoas que consomem peixesricos em ômega 3, e demonstrou que este ácido graxo pode afetar o desenvolvimento ou a progressão da degeneração macular.

Cerca de 3 mil voluntários da pesquisa que consumiam uma ou mais porções de peixes ricos em ômega 3 por semana mostraram uma probabilidade 60% inferior de apresentar a degeneração da mácula em estágio avançado.

Acelera o Metabolismo

As gorduras são todas altamente calóricas, mas nem todas elas são iguais do ponto de vista da saúde e da balança. Gorduras insaturadas podem na verdade estimular a queima de gordura, elevando o metabolismo e facilitando o emagrecimento, fatores que são portanto benefícios do ômega 3 consideráveis.

Em um estudo publicado em 2015 no periódico especializado Scientific Reports, pesquisadores japoneses observaram que ratos que haviam sido alimentados com uma dieta contendo óleo de peixe apresentaram não apenas menos gordura corporal como também menos peso. Estes animais também demonstraram níveis menores de glicose e insulina em jejum, além de uma temperatura corporal mais elevada que os animais que não receberam óleo de peixe contendo ômega 3.

E mais: os ratos que consumiram o óleo apresentaram um metabolismo mais acelerado, queimando significativamente mais calorias do que os animais do grupo controle. Para os pesquisadores, esse resultado pode ser explicado por um possível aumento no teor de gordura marrom, um tipo de tecido adiposo que queima mais calorias.

Diminui o Colesterol

Esses ácidos graxos modificam a composição química do sangue, provocando o aumento dos níveis do colesterol HDL (colesterol bom) e a diminuição dos níveis de colesterol LDL (colesterol ruim). Quando o LDL está em excesso, há maior risco dele se depositar nas artérias e provocar o seu entupimento levando a doenças cardiovasculares, como hipertensão, aterosclerose, infarto e derrame cerebral. Ele também consegue reduzir os níveis de triglicérides do sangue.